PRÊMIO ASBRAP

A Comissão de Publicações e a Diretoria da ASBRAP decidiram criar os seguintes prêmios:

1- Prêmio ASBRAP de Documentação

Visando a incentivar a publicação de documentos históricos e genealógicos, extraídos de fonte primária, que há muito não encontram espaço que lhes é devido em obras especializadas, a ASBRAP houve por bem instituir um prêmio de publicação, a ser veiculado no nosso órgão maior, a Revista da ASBRAP. O espaço dedicado para este fim é de até 50 páginas por revista. Todos os sócios (em dia com a Tesouraria) podem concorrer. O(s) vencedor(es) do Prêmio ASBRAP, além de terem seus artigos publicados gratuitamente na revista, receberão um exemplar a cada 4 páginas impressas.

Serão considerados os seguintes tipos de trabalhos: transcrição literal de documentos (paleograficamente, de acordo com as normas de transcrição ou na grafia atual), resumo de transcrição de documentos, inclusive na forma indexada.

O trabalho vencedor receberá um prêmio em dinheiro de R$ 1.000,00, atribuído a apenas um concorrente, e indivisível. Os membros da Comissão de Publicações, a quem compete o julgamento, também poderão participar, porém sem direito ao prêmio em dinheiro. O membro da Comissão de Publicações que concorrer não poderá julgar seu próprio trabalho.

 

2- Prêmio ASBRAP para trabalhos póstumos

A ASBRAP criou um novo prêmio, para publicação de artigos póstumos, inéditos, históricos e/ou genealógicos; obviamente com a devida autorização da família. Não haverá concessão de prêmio em dinheiro, apenas em publicação, cabendo à família um exemplar a cada 4 páginas impressas. O espaço dedicado para este fim também é de até 50 páginas por revista.

 

Observações importantes, para os dois prêmios:

·     Os artigos devem ser inéditos, de interesse geral, restritos ao Brasil, digitados e gravados no programa Word for Windows, apresentados em papel e acompanhados do respectivo disquete. O formato é o mesmo estabelecido para os demais artigos da revista.

·     Cada participante pode apresentar quantos trabalhos quiser.

·     Serão publicados tantos trabalhos quantos necessários para se atingir o número de 50 páginas.

·     A Comissão de Publicações se reserva o direito de não premiar nenhum trabalho, no caso de julgar não haver nenhum que satisfaça às condições acima.

·     Os prêmios não são cumulativos, e quando não concedidos não serão acrescidos a um prêmio anterior ou posterior.

·     Os trabalhos não premiados ficarão à disposição de seus autores e poderão ser apresentados para concorrer nas próximas premiações.

·     Os trabalhos não premiados, porém aprovados pela Comissão de Publicações, poderão ser publicados, às expensas do próprio autor, na seção de trabalhos não candidatos a prêmio. No caso dos trabalhos póstumos,  poderão ser custeados por qualquer interessado.

·     A decisão da Comissão de Publicações é irrecorrível.

·     Aceitaremos patrocinadores para esta seção, na forma de Apoio Cultural.

·     Os interessados, antes de iniciarem suas pesquisas, poderão consultar a Comissão de Publicações acerca do interesse da ASBRAP sobre o assunto.

·     O prazo de entrega dos trabalhos varia de revista para revista e é o mesmo estabelecido para os autores de trabalhos não candidatos a prêmios.

 

Lista de Premiados 

Prêmio ASBRAP de 1997: Maria Zélia Galvão de Almeida e Ady de Siqueira Noronha

          Inventário e testamento de José da Costa Carvalho - 1739

          Inventário e testamento de D. Maria Pedroso - 1681

Prêmio ASBRAP de 1998: Caio César Tourinho Marques

          Documento: Doação de uma sesmaria quinhentista inédita

Prêmio ASBRAP de 1999: Marcelo Meira Amaral Bogaciovas 

          Antigos proprietários rurais de Lages

 

Prêmio ASBRAP de 2000: Leandro Antonio de Almeida

          Senhores de terras da vila de Itu em 1817

Prêmio ASBRAP 2001 para trabalho póstumo: Frederico de Barros Brotero

          A descendência do Coronel José Ferraz de Camargo

Prêmio ASBRAP 2002 para trabalho póstumo: José Guimarães

          Fundador de Baependi

Prêmio ASBRAP 2003 para trabalho póstumo: José Guimarães

          Paróquias Paulistas no Sul de Minas

Prêmio ASBRAP 2003 de documentação: Joaquim Roberto Fagundes

          Casamentos da matriz da Vila de Cunha: 1778-1803

 

Voltar